sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Alma humana



Através da corrente viva do amor em teu coração, interpretarás a cooperação do Céu aos que te acompanham e receberás, constantemente, as respostas do Alto às tuas aflições e aos teus problemas..

Pois como,disse? (Goethe)!...

A alma humana é como a água: ela vem do Céu e volta para o Céu, e depois retorna à Terra, num eterno ir e vir."

Universo de luz

A VIDA E UM LAÇO!!


A vida sempre foi e será uma grande dádiva à qual possuímos, e enquanto estivermos nela, nada terá mais benefício do que o zêlo e amor por ela. Diría que é um tesouro, não há no universo o que possa comprá-la, é imensurável seu valor. Nessa vida passamos por desabores, decepções e tantas dores que por um momento chegamos à pensar que nela nada mais há sentido e ou valor, mas se nós mesmos permitirmos, sempre haverá uma brasinha acesa que pode transformar-se em uma chama envolvente de sentimentos como motivação, fé, amor e prazer em mantê-la até o dia que o criador dela permitir. O laço nunca se desfaz, se assim nós mesmos cultivar por esse presente o carinho e devido valor...COM ESSA DÁDIVA CHAMADA VIDA

A vida de todos, exceto a de alguns que nos fazem pensar muito, é um tesouro muito valioso, porém é preciso saber administrarmuito muito bem

A Vida




A vida está sim, amarrada em um laço invisivel DA VIDA e é belooo..
Um laço que une todos os humanos e os fazem irmãos e irmãs..filhos do mesmo Pai.
A vida de cada um de nós, é sim, um belo presente dado pelo Criador, mas só saber da vida não é o suficiente..é preciso não deixar que esse laço seja rompido ou quebrado.
É preciso manter o laço unido, juntando os pedacinhos desse enorme e grandioso presente.
Pena constatar que muitos desembrulharam o presente..e o olham estagnados, sem saber o que fazer com o que está dentro..
Bastamos viver plenamente...com esse presente divino que dado Por Deus, a todo MOMENTO a todo INSTANTE Paz plena a todos!

Como nasce a fraternidade?

Para sermos FRATERNOS, precisamos despertar a compaixão, aprender a elevar a mão ao Criador para sempre agradecer, e aprender a estender a mão para servir, auxiliar, ouvir, e, se preciso, falar. Tudo e criação divina, desde o simples verme ao Universo infinito, e por todos temos que realmente despertar a nossa estrutura superior que a tanto dorme dentro de nós, para que possamos entender, respeitar e assim, praticar a tão simples e pura, mas Fraternidade...Divina!

A fraternidade é fruto do amor ao próximo. Por exemplo, a expressão "amor fraterno", significa o amor, afeto, carinho e respeito entre semelhantes

Bem ...resumindo ...ela nasce de um simples gesto de carinho e afeto ao proximo .... A fraternidade nasce do reconhecimento do dever de cada um de contribuir para o bem estar de todos, afinal somos descendentes de uma mesma tribo da humanidade, somos irmãos



A fraternidade é fruto do amor ao próximo. Por exemplo, a expressão "amor fraterno", significa o amor, afeto, carinho e respeito entre semelhantes

Bem ...resumindo ...ela nasce de um simples gesto de carinho e afeto ao proximo .... A fraternidade nasce do reconhecimento do dever de cada um de contribuir para o bem estar de todos, afinal somos descendentes de uma mesma tribo da humanidade, somos irmãos

Paciência


A paciência é a
opção mais
sensata para se vencer
todos os
obstáculos.
Devagar se vai ao longe!


... COMEÇAR DE NOVO ...

"O TEMPO NOS PERMITE COMEÇAR DE NOVO,
NA PROCURA DAS NOSSAS AFINIDADES AUTÊNTICAS,
AQUELAS AFINIDADES DE INSUFLAR-NOS CORAGEM
PARA SUPORTAR AS PROVAÇÕES DO CAMINHO
E ASSEGURAR-NOS O CONTENTAMENTO DE VIVER"
CHICO XAVIER

VIDA, CANÇÃO E POESIA – TUDO VALE A PENA!


Tudo é canção e poesia.
Até mesmo as experiências amargas, porque ensinam muito.
O gosto é ruim, mas as lições são importantes.
Em cada revés, há um amadurecimento das emoções.
Muitos morrem sem saber transformar reveses em lições.
Então, sábio é quem vê canção e poesia em tudo, mesmo em dias ruins.
Mas quem é marrento e arrogante, nada vê; e tudo vira muxoxo chato.
A vida passa... E o que importa é melhorar a canção da vida em si mesmo.
E namorar a Luz; e pensar coisas boas; e fazer tudo valer a pena.
Sem alma pequena, com grande coração; sem mágoas e birras, com alegria.
Tudo vale a pena; todo esforço no Bem é válido.
Ninguém é desdenhado da sorte; todos são muito conhecidos pelo Papai do Céu.
E toda reunião espiritual sadia é registrada no Livro da Vida; com letras de luz.
E fica registrada também nos corações daqueles que receberam alguma ajuda.
Naquelas consciências, antes tristes, e que acharam novos rumos no infinito...
O Papai do Céu sabe quem são os seus trabalhadores de verdade na Luz.
Aquela alegria que se sente no cerne do espírito, é o sorriso d’Ele nos chacras.
E o amor que derrete o coração, também é Ele. Assim como o choro silencioso.
Somos todos irmãos de jornada. Vocês e nós, mãos de luz.
Na Terra, ou no Astral, vamos em frente... Porque tudo é canção e poesia.
Com grande coração, tudo vale a pena.
Viva quem trabalha na Luz! Viva quem vê canção e poesia em tudo! Viva a Vida!


- Companhia do Amor* –
A Turma dos Poetas em Flor.
(Recebido espiritualmente por Wagner Borges – São Paulo, 15 de outubro de 2009.)

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Lembrar com amor

Lembrar com amor é oferecer, no coração, um sorriso que se expande. É um jeito instantâneo e poderoso de prece. É um modo de abraço, não importa o aparente tamanho da distância, nem as enganosas cercas do tempo.



Lembrar com amor é levar a vida, no exato instante da lembrança, ao lugar onde a outra vida está e plantar uma nova muda de ternura por lá.

(Ana Jácomo)


Beijosss...

Incentivo


Os Espíritos ensinam que a evolução humana se dá sob o influxo de um conjunto de Leis morais.

Elas versam sobre os mais diversos setores e constituem um roteiro de felicidade.

O Espírito que logra segui-las evolui em linha reta para Deus.

Já o que se permite violá-las e se torna um rebelde enfrenta incontáveis percalços em sua caminhada.

Essas Leis contam com sofisticados processos para conduzir os seres humanos.

Possuem atrativos, a fim de orientar por onde se deve seguir.

Por exemplo, a Lei de conservação, que envolve os cuidados que se deve ter com o próprio corpo.

O gozo dos bens terrenos, como o comer e o beber, é propositadamente saboroso.

Evidentemente, há o uso regular e o abuso.

Deve-se buscar o equilíbrio, com o qual se assegura uma vida terrena longa e produtiva.

O mesmo ocorre com a Lei de reprodução.

Por força dela, os Espíritos têm oportunidade de renascer em novos corpos na Terra.

O magnetismo sexual e o prazer nele envolvido garantem que a procriação seja constante.

Do mesmo modo, ocorre com a Lei de sociedade.

Os homens devem conviver, a fim de aprenderem uns com os outros e se auxiliarem mutuamente.

Da convivência, gradualmente surgem importantes virtudes, como a tolerância e a fraternidade.

O homem é um ser social por natureza.

Ou seja, ele sente necessidade de conviver.

Precisa se sentir refletido no olhar alheio, deseja receber toques físicos e emocionais.

Trata-se de uma poderosa necessidade humana, que não deve ser desconsiderada.

Um erro comum que os pais cometem é só prestar atenção quando os filhos causam ou enfrentam problemas.

Como estes necessitam ser notados, podem, até de forma inconsciente, começar a se tornar complicados.

À míngua de toques positivos, ao procederem de modo estranho, asseguram ao menos os negativos.

Ocorre que não apenas as crianças desejam ser notadas.

Os adultos também precisam de cuidados.

É comum cuidar-se de quem vai mal, de quem tem graves problemas e sucumbe.

Enquanto isso, quem, embora com dificuldades, persevera no bom caminho recebe reduzida atenção.

Raros se lembram de elogiar o homem de vida reta.

Quem trabalha, estuda e cuida dos seus deveres torna-se um anônimo inconsiderado.

Entretanto, todos necessitam de uma palavra de incentivo, de um gesto de apreciação.

É válido e imprescindível cuidar de quem se equivoca, de quem cai perante os problemas do mundo.

Mas não dá para esquecer de incentivar o esforço sincero da pessoa equilibrada.

Os que vivem honestamente, os que não possuem vícios, os que são fiéis aos seus compromissos são o esteio da sociedade.

Convém reparar neles e incentivá-los a que persistam.

Afinal, todos necessitam receber algum reconhecimento.

Pense nisso.

Redação do Momento Espírita.

Em 16.02.2011

domingo, 20 de fevereiro de 2011

Era uma vez


Era uma vez uma menina triste. Um dia, sentada em sua casa, ela chorou a grande tristeza que carregava: a traição, as mentiras e a falsidade. Pensou que adultos podem mesmo, e quase sempre o querem, ser detestáveis.
Já com os olhos vermelhos, ela quase sentia dó de si. Achou bonita a frase ‘dó de si’... Fechou os olhos, imaginou as notas, cantarolou a música distante e os ouvidos aguçaram-se para buscar uma canção qualquer.
Ela levantou-se e começou a dançar devagarzinho. Um passo, outro, muitos outros... Sozinha na sala e na vida ela dançou e dançou e dançou.
Entendeu muitas coisas enquanto dançava sozinha. Percebeu que lágrimas podiam ser passos de dança e dor podia virar música.
Então ela sorriu e parou de chorar.
A vida era mesmo muito difícil, pensou, mas ela podia dançar!

Fim.

(euamaria.blogspot)

sábado, 19 de fevereiro de 2011

ORAÇÃO PARA O INIMIGO

ALTAR VIRTUAL


Você que me fez padecer na Terra;
que foi cruel e malévolo para comigo; que me humilhou e afligiu;
você, cuja má fé,tantas vezes me acarretou duras privações…

Não somente te perdôo, mas até te agradeço…
Intencionando me fazer mal,
não suspeitavas do bem que esse mal me proporcionaria…

É verdade, portanto, que a você devo grande parte da felicidade que tenho,
uma vez que me facultastes ocasião para perdoar e pagar o mal com o bem…

DEUS te colocou em meu caminho para aferir a minha paciência,
exercitando-me na prática da mais difícil caridade: a de amar os inimigos.

(Antonio C Gomes)

VIVER, APRENDER, SORRIR E SEGUIR...


Se nós, que estudamos assuntos espirituais, objetivando uma evolução consciencial, somos constantemente assolados por pensamentos negativos e emoções confusas, imagine aqueles que nem mesmo sabem disso.
Precisamos ter mais compreensão, lucidez e bom humor com as pessoas e também com nós mesmos. Afinal, vivemos no mesmo planeta, e apesar das diferenças de pontos de vista de cada um, somos filhos da mesma LUZ. Isto é, somos irmãos, se não em opiniões, pelo menos em essência espiritual.
Quando nossos corpos densos caírem, viveremos em corpo sutil em outros planos... E, mais além, ao longo da evolução, acessaremos estados de consciência pura em níveis extrafísicos sem forma, plenos de serenidade e amor real. Porém, nosso lugar no momento é a Terra. Mesmo que a experiência daqui seja dura, é o nosso lugar de aprendizado.
Vivenciar as experiências da vida e ainda acrescentar nelas boas doses de radicalismo e mau humor, é colocar mais peso nas provas diárias.
Baseado nisso, estudar assuntos espirituais, aumentar a compreensão e melhorar a lucidez e o bom humor são maneiras de melhorar nosso rendimento na escala terrestre.
Como dizia o mestre Aïvanhov*: “O verdadeiro espiritualista é aquele que sabe trabalhar sobre suas dificuldades para delas fazer pedras preciosas”.
Resumindo: é a nossa vez de viver, aprender, sorrir e seguir...
Então, vamos fazer valer a pena.
Sim, e que o Grande Arquiteto Do Universo nos inspire para o melhor.
- Wagner Borges -
São Paulo, 18 de fevereiro de 2011.

CANTANDO NA ANANDA DE KRISHNA

Por que tu sentes tanta pena de ti mesma?
Nada de fora pode te ferir realmente.
Só tu mesma podes cortar o teu coração, quando permites que tuas próprias emoções te machuquem.
E, também, quando tu permites que os maus pensamentos te dominem.
Tu és mais do que imaginas... E o Divino te conhece bem.
E a Luz do Universo pulsa em teu coração.
Tu não nasces nem morres; só entras e sais dos corpos perecíveis...
Porque tu te esqueces disso?
Nada te pertence... Nem teu corpo – nem mesmo tuas emoções e teus pensamentos.
Contudo, a Luz te acompanha...
E, mesmo nos momentos difíceis, tu tens recursos internos para transmutar teus estados de consciência.
Por isso canta, minha irmã!
Canta o nome de Krishna em teu coração.
Porque o Senhor dos Olhos de Lótus caminha contigo...
Canta com todo teu coração.
Não permitas que as coisas do mundo te firam – e nem tu mesmo o faças!
Porque, quem carrega o Eterno em si mesmo, não pode fazer por menos.
E quem veio das estrelas, precisa brilhar...
E tu vieste do Céu, minha irmã!
Então, nada de pena e nem de escuridão. E não te lamentes!
Porque o mesmo Poder que gerou as estrelas, também está em teu coração.
Não te esqueças disso! E, por favor, canta o nome de Krishna...
E não te lamentes mais... Porque o Céu anda contigo.
E quando tu ris, Krishna também ri junto.
E antes, quando tu choraste, era pura ilusão do teu ego.
Porque havia uma linda estrela prânica** pairando acima de tua cabeça.
E, enquanto tu choravas, ela te protegia no silêncio do Invisível.
E, pacientemente, Krishna esperava o momento de teu despertar.
Então, não te lamentes mais... E canta o nome do Senhor, com todo teu coração.
E não te iludas mais com o jogo das ilusões do mundo.
Vive como todo mundo, mas não sejas mais escrava do teu ego.
Porque ninguém jamais te feriu, em época alguma. Tu mesmo o fizeste!
Assim como, quem tentou te ferir, na verdade, machucou a si mesmo.
Portanto, não há desafetos em tua jornada.
E quem veio das estrelas, não pode carregar mágoas ou iludir-se com as coisas da escuridão... E não pode fazer por menos: precisa brilhar muito!
Ah, não te lamentes mais... O que passou, passou mesmo!
E o que fica, é Krishna rindo em teu coração.
Então, cante o nome d’Ele, minha irmã... E sejas feliz!
- Ananda*** - apenas um servidor de Krishna.
(Recebido espiritualmente por Wagner Borges – Salvador, 24 de janeiro de 2011.)

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

O MANTRA DA PAZ


Estou em paz com o universo inteiro, porque sou forte(a), sou robusto(a), sou sadio(a).
Dentro de mim mora a força do universo, a força do amor e a força da Luz e eternamente serei a centelha divina que cada vez mais ascende para o PAI DIVINO * O AMOR DE Deus me invade
O poder de Deus me protege
A luz de Deus me circunda
A presença de Deus cuida de mim
Onde quer que eu esteja
Deus ali está...
Aonde eu..ESTIVER!
EU SOU,EU SOU,EU SOU....COM A PAZ, E ESTOU! COM A PAZ EM MIM!

(univeraodeluz)

lembre-se

Que Ame acima de tudo! Ame a tudo e a todos!

(EXCLUSIVAMENTE VOCE)

Procure o que há de bom em tudo e em todos.

Não faça dos defeitos uma distância e sim uma aproximação. Aceite a vida ... as pessoas... Faça delas a sua razão de viver. Felicidade é o resultado dessa tentativa.
(CONSTANTE)

De AMAR e ser AMADO!

(Universodeluz)

Vigie seus pensamentos



De que maneira vc vigia?..através da palavra do pensar!

“Vigie seus pensamentos, porque eles se tornarão palavras... Vigie suas palavras, porque elas se tornarão atos. Vigie seus atos, porque eles se tornarão hábitos... Vigie seus hábitos, porque eles se tornarão seu caráter. Vigie seu caráter, porque ele será o seu destino!”
(Universodeluz)

O tempo

Eu..Acredito, que o "tempo não para" não tem botão de pausa.

Ele não vai parar, esperando que a gente decida ou não correr atrás da felicidade. Ele apenas nos dá a opção de mudar de caminho ou continuar trilhando pela mesma estrada.

(universodeluz)

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

pular corda

Para pular corda é preciso saber o instante certo de entrar.
Se estiver adiantado ou atrasado, ela baterá no seu pé.
E para saber qual é o momento certo é preciso sentir o movimento
da corda e entrar em ressonância com ele.





O Universo possui um movimento semelhante ao da corda.
Os antigos chineses batizaram esse ritmo de Tao.
Quando o respeitamos, tudo em nossa vida funciona
maravilhosamente bem.
Nossa saúde é boa, prosperamos nos negócios, fazemos
boas amizades, e a vida torna-se fácil, leve e divertida.



Nosso Anjo da Guarda conhece o ritmo da corda universal.
Então para evitar que ela bata em nossos pés , tenta nos
atrasar (talvez um pneu furado, uma chuva inesperada...),
até chegar uma nova oportunidade.
Da próxima vez, agradeça a uma situação incomôda em sua vida...
talvez sejam manifestações do seu Anjo, para colocá-lo novamente
no ritmo do Universo!!

Obstáculo


O maior obstaculo para os seus sonhos, é você! Nunca deixe de seguir seu caminho, por haver uma pedra no meio dele. Nunca deixe que as pessoas te abalem. Nunca, mas nunca mesmo, pare de sonhar. Por mais inusitado que seu sonho seja, acredite nele, siga seu caminho, não se faça de auto-obstaculo. Tente, corra, procure,um dia você consiguirá!

Acredite!!!.

Você bloqueia seu sonho quando você permite que seu medo fique maior do que a sua fé." "Jamais deixe de crer em teus sonhos"!!!

Espalhe


Espalhe sua luz que lhe foi dada com DIGNIDADE E COMPAIXÃO!
Não fique entusiasmado com bem materiais,riquezas,status de luxo autoridade maior do que seu próximo,e etc. Considere que foram dadas a você em confiança, para que você possa usá-las para beneficiar os outros com Humildade. Elas são todas sinais de Sua Graça de provas terrenas, oportunidades de serviço, símbolos de responsabilidade. Nunca procure critica as faltas dos outros; lide com simpatia e bom preceitos que lhe foi dado pelo pai divino..sem zombaria com os erros e faltas dos outros. Procure o bem nos outros; ouça apenas boas notícias e passe boas noticias..CONSOLO DE PALAVRAS EDIFICANTES sobre eles; não dê ouvidos ao escândalo. Deixe a luz iluminar cada minuto de sua vida e afaste a escuridão exterior a você, assim como de dentro de você. Você deve espalhar alegria e paz entre todos que chegam perto de você

A Vida é Efêmera

Se pudéssemos ter consciência do quanto nossa vida é efémera, talvez pensássemos duas vezes antes de jogar fora as oportunidades que temos de ser e de fazer os outros felizes. Muitas flores são colhidas cedo demais. Algumas, mesmo ainda em botão. Há sementes que nunca brotam e há aquelas flores que vivem a vida inteira até que, pétala por pétala, tranquilas, vividas, se entregam ao vento. Mas a gente não sabe adivinhar. A gente não sabe por quanto tempo estará enfeitando esse Éden e tampouco aquelas flores que foram plantadas ao nosso redor. E descuidamos. Cuidamos pouco. De nós, dos outros. Nos entristecemos por coisas pequenas e perdemos minutos e horas preciosos. Perdemos dias, às vezes anos. Nos calamos quando deveríamos falar; falamos demais quando deveríamos ficar em silêncio. Não damos o abraço que tanto nossa alma pede porque algo em nós impede essa aproximação.

Não damos um beijo carinhoso "porque não estamos acostumados com isso" e não dizemos que gostamos porque achamos que o outro sabe automaticamente o que sentimos. E passa a noite e chega o dia, o sol nasce e adormece e continuamos os mesmos, fechados em nós. Reclamamos do que não temos, ou achamos que não temos suficiente. Cobramos. Dos outros. Da vida. De nós mesmos. Nos consumimos. Costumamos comparar nossas vidas com as daqueles que possuem mais que a gente. E se experimentássemos comparar com aqueles que possuem menos? Isso faria uma grande diferença. E o tempo passa... Passamos pela vida, não vivemos. Sobrevivemos, porque não sabemos fazer outra coisa. Até que, inesperadamente, acordamos e olhamos para trás. E então nos perguntamos: E agora? Agora, hoje, ainda é tempo de reconstruir alguma coisa, de dar o abraço amigo, de dizer uma palavra carinhosa, de agradecer pelo que temos. Nunca se é velho demais ou jovem demais para amar, dizer uma palavra gentil ou fazer um gesto carinhoso. Não olhe para trás. O que passou, passou. O que perdemos, perdemos. Olhe para frente! Ainda é tempo de apreciar as flores que estão inteiras ao nosso redor. Ainda é tempo de voltar-se para Deus e agradecer pela vida, que mesmo efémera, ainda está em nós. Pense!... Não o perca mais!...

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

INFLUÊNCIAS ESPIRITUAIS SUTIS


Sempre que você experimentar um estado de espírito tendente ao derrotismo, perdurando há várias horas, sem causa orgânica ou moral de destaque, avente a hipótese de uma influenciação sutil.
Seja claro consigo, para auxiliar os Mentores Espirituais a socorrer você. Essa é a verdadeira ocasião da humildade, da prece, e do passe.
Dentre os fatores que mais revelam essa condição da alma, incluem-se:
- dificuldade de concentrar idéias em motivos otimistas;
- ausência de ambiente íntimo para elevar os sentimentos em oração ou concentrar-se em leitura edificante;
- indisposição inexplicável, tristeza sem razão aparente e pressentimentos de desastre imediato;
- aborrecimentos imanifestos, por não encontrar semelhantes ou assuntos sobre quem ou o que descarregá-los;
- pessimismos sub-reptícios, irritações surdas, queixas, exageros de sensibilidade e aptidão a condenar quem não tem culpa;
- interpretação forçada de fatos e atitudes suas ou dos outros, que você sabe não corresponder à realidade;
- hiper-emotividade ou depressão raiando na iminência de pranto;
- ânsia de investir-se no papel de vítima ou de tomar uma posição absurda de auto-martírio;
- teimosia em não aceitar, para você mesmo, que haja influenciação espiritual consigo, mas, passados minutos ou horas do acontecimento, vêm-lhe a mudança de impulsos, o arrependimento, a recomposição do tom mental e, não raro, a constatação de que é tarde para desfazer o erro consumado.
São sempre acompanhamentos discretos e eventuais por parte do desencarnado, e imperceptíveis ao encarnado, pela finura do processo.
O Espírito responsável pode estar tão inconsciente de seus atos que os efeitos negativos se fazem sentir como se fossem desenvolvidos pela própria pessoa.
Quando o influenciador é consciente, a ocorrência é preparada com antecedência e meticulosidade, às vezes, dias e semanas antes do sorrateiro assalto, marcado para a oportunidade de encontro em perspectiva, conversação, recebimento de carta, clímax de negócio ou crise imprevista de serviço.
Não se sabe o que tem causado maior dano à Humanidade: se as obsessões espetaculares, individuais e coletivas, que todos percebem e ajudam a desfazer ou isolar, ou se essas meio-obsessões de quase-obsidiados, despercebidas, contudo bem mais frequentes, que minam as energias de uma só criatura incauta, mas influenciando o roteiro de legiões de outras.
Quantas desavenças, separações e fracassos não surgem assim?
Estude em sua existência se nessa última quinzena você não esteve em alguma circunstância com características de influenciação espiritual sutil.
Estude e ajude a você mesmo.

- André Luiz –
(Recebido espiritualmente por Waldo Vieira – Texto extraído do livro “Estude e Viva” – FEB.)

SOL NAS ALMAS


Amigo espiritualista, quando a depressão se aproxima e instala na sua consciência aquele clima mental cinzento e opressivo, é necessário reagir e acender a própria lâmpada interior.
É o que se denomina "Sol na Alma".
É uma espécie de ponte de ligação oculta entre o encarnado e o plano extrafísico de sua verdadeira origem: o plano mental.
Muitos pesquisadores espiritualistas em suas correntes mais diversas afirmam, acertadamente, que no plano mental não existe o tempo nem o espaço. Isso é verdade, porém, muitos se esquecem de que o Amor existe nesse plano, já que ele não depende nem do tempo e nem do espaço.
E é esse amor que você deve sintonizar para vencer a opressão que devora o seu otimismo e bem-estar.
Por isso, eleve o pensamento e tente criar a imagem de Luz branca puríssima interpenetrando todo o seu corpo, especialmente no cérebro e no coração.
Acenda o sol na sua alma e tente ter mãos de luz, coração generoso e pés que caminham conscientemente.
A estrada da vida pode ser muito dura, mas se o nosso coração é generoso, tudo podemos compreender.
As pessoas podem ser ásperas, mas se as nossas mãos forem brilhantes, tocaremos a todos com grande luz.
São muitos os percalços, mas se tivermos a consciência limpa, usaremos o discernimento e descobriremos o mais sensato a fazer.
A caminhada na terra é cheia de espinhos, mas uma consciência espiritualizada, conectada com o plano mental, transforma-se em um farol de luz, ou melhor, no sol das almas.
Nos seus momentos de meditação ou de prece, procure pensar na Luz branca que permeia todo o Universo e que é à base de toda vida.
Essa Luz é sutil, mas pode ser percebida se a sua lâmpada interior estiver acesa.
Pense naquele Amor criativo que está a favor da evolução de todas as criaturas.
Pense que você vive em conjunto com bilhões de almas, encarnadas e desencarnadas. Todas são como você e têm um sol interior. Embora não pareça, todas buscam as mesmas coisas que você: amor, paz, crescimento e luz.
Grande parte dessas almas perde-se nos desvarios humanos. Mergulham nos prazeres mundanos e se afogam no próprio orgulho, gerando com isso os entraves cármicos que os aprisionarão nas provas retificadoras do futuro.
Essas almas ferem os próprios irmãos de romagem evolutiva e, na verdade, estão ferindo a si próprias.
São almas sombrias que se esqueceram do próprio sol interno e por isso rumam pelas várias vidas ao sabor das intempéries cármicas* que as dominam.
Portanto, cabe a você, espiritualista consciente, acender o seu sol interior e emanar a luz, como verdadeiro sol nas almas.
Nós lhe esperamos com a luz na ação e com Jesus no coração**.
- André Luiz -
(Recebido espiritualmente por Wagner Borges - Florianópolis, 19 de abril de 1995.)

O anjo esta perto



Sim, muito perto.
Bem mais do que você imagina.
Ele está em seu coração.
E nada que você faça pode afastá-lo.
Nem mesmo o mal que você permite.
Porque ele vê a sua essência imperecível...
E opera por ordem de um Grande Amor.
Ah, o anjo nada espera de você.
Porque ele conhece sua jornada de muitas vidas.
Ele já viu você oscilar entre a Luz e as trevas do ego.
Sim, ele já viu isso, muitas vezes...
No entanto, ele sabe das coisas do Céu e da Terra.
E sabe que o tempo operará as devidas transformações...
Você pode ir e vir, mas o seu destino é a Luz.
E ele acompanhará o seu progresso.
O anjo não quer que você o adore.
Ele quer que você cresça!
E ele não precisa de preces ou evocações.
Porque é você que precisa disso, não ele.
E ele não falará com você, mas, sim, ao seu coração.
E isso na linguagem do Amor.
E, talvez, você sinta um contentamento secreto.
Sim, ele o guiará... De alguma maneira.
O anjo não pertence a grupo algum da Terra.
Ele vem do Alto, da Grande Fonte Imanente.
E ele não tem asas, pois o Amor o deixa leve e sutil.
E o seu corpo espiritual flutua naturalmente na Luz.
Então, de vez em quando, lembre-se dele, e agradeça.
Pela paciência e compreensão na jornada.
Não peça nada, pois ele sabe o que você precisa.
Apenas abra o coração e sintonize o Alto.
Ah, o anjo está perto, mais do que você imagina...
(Dedicado a Julia Blanque e aos leitores do seu livro, “Reencontro com Você”).
Paz e Luz.
– Wagner Borges –

A MÃE DO AMOR NA CACHOEIRA DOS OLHOS


Mãe
Que faz dos meus olhos
Uma cachoeira,
Quando eu penso no Bem
E na evolução dos homens.
Quando eu canto a Luz
Em meu coração;
Quando o Amor me faz escrever
E os espíritos vêm cantar aqui.


Ah, Mãe Querida!
Que lava as maldades do mundo
Com as águas da compaixão,
E que acalma o coração.
Que faz a chuva de Amor acontecer
Na cachoeira dos meus olhos...


Ah, Mãe das águas!
Que me abraça com a luz azul e branca,
E fortalece a minha fé.
Que, na luz do luar e nas ondas do mar,
Vem me sussurrar o encanto do Bem.


A Senhora me conhece, bem mais do que eu mesmo.
E, em muitos voos espirituais, me protegeu tanto...
E, novamente, eu estou aqui, igual a uma criança,
Brincando na chuva.


Sim, a sua chuva de Amor, que cai do Astral Superior,
E faz a cachoeira descer dos meus olhos...
Porque assim são as minhas lágrimas,
Quando o Amor me faz escrever,
E lava a minha alma


Ah, Mãe Iemanjá!
Que faz o meu corpo astral** flutuar nas vagas siderais...
Como uma pluma levada pelos ventos da espiritualidade.
Que me chama de menino, porque me conhece bem;
Que me fez ser médium*** de tudo o que é da Luz;
E que me deu a Fé que não me deixa trair o meu coração.


Ah, Querida!
Se eu tivesse o talento do poetinha, faria agora uma canção.
Mas eu só tenho um Grande Amor no coração,
E a Luz do Bem que a Senhora me ensinou.
E tudo isso desce na cachoeira dos meus olhos...


P.S.:
A chuva desce aqui,
Enquanto os espíritos
Cantam e dançam.
Porque eles sabem das coisas,
E eles cantam a Fé e o Amor.
E sempre dizem: “Nunca traia o seu coração.
Porque a morte real não é a do corpo,
Mas, sim, aquela que afasta o Ser da Espiritualidade”.


(Dedicado a Vinicius de Moraes, ao meu amigo baiano Carlito, que também mora no Céu, e aos guardiões espirituais que operam invisivelmente a favor do bem de todos os seres.)
Com gratidão.

- Wagner Borges – servidor da Luz, sempre...
São Paulo, 16 de novembro de 2010.


Vá adiante.


Você se sente incompreendido.
As dores se acumulam e a
tristeza visita o seu coração.

No entanto, levante o pensamento.
Enfrente a realidade com
idéias claras, fortes e positivas.

Ânimo!

Ponha os pés no chão, com segurança.
Mire o horizonte da transformação
e sinta-se feliz com a luta.

Avante!

Você só descobre quanto é capaz
em meio à luta mais difícil.

Lourival Lopes
Extraído de "Sementes de felicidade".

domingo, 13 de fevereiro de 2011

A voz de Deus

Todos já provamos venenos, voluntariamente ou inconscientemente. Todos
tivemos esses momentos de indecisão onde a luta entre a razão e a desrazão
nos fizeram pegar caminhos que sabíamos errados e os pegamos assim mesmo.
Todos provamos o gosto amargo do arrependimento e, nem que seja uma vez na
vida, cometemos outra vez os mesmos erros, demos os mesmos passos. Nos
desculpamos, nos perdoamos, nos fizemos mil promessas, que muitas horas
depois ficaram esquecidas. Houve nesses momentos aquela vozinha interior que
nos avisava, nos prevenia, tentava insistentemente nos acordar para a
realidade, mas preferimos ignorar e seguir em frente.
Quantas vezes e de quantas maneiras Deus nos falou e não quisemos ouvir?
Quantas e quantas vezes choramos depois e ainda nos perguntamos "por que?"
Achamos injusto, sem que nossa consciência tenha nos levado ao passado onde
poderíamos ter tomado um caminho diferente.
Há pessoas que nunca ouviram a voz de Deus e nunca ouvirão. Elas não são
mais pecadoras e menos privilegiadas que outras, mas são surdas aos sinais
da vida, aos fatos e acontecimentos e elas continuarão a beber o veneno do
mal e a sofrer as conseqüências dele. Deus quer corações de carne, não de
pedra; quer corações que perdoam, se comovem, entregam-se incondicionalmente
Ele não quer sacrifícios e nem ama nosso sofrimento, mas aprecia nossa
humildade de saber que nada sabemos e que o que desconhecemos Ele pode nos
mostrar.
Deus quer pessoas que crêem, não pela metade, só nisso ou só naquilo,
pessoas que não andam em cordas bambas e sabem perfeitamente onde colocam os
pés. Pessoas que calçam as sandálias da fé e não hesitam, abrem os olhos, os
ouvidos e o coração ao que Ele diz, porque Suas promessas são perfeitas e
perfeitos são os caminhos que preparou para nós, ainda que diferentes
daqueles que imaginamos.

Letícia Thompson